sábado, 17 de janeiro de 2015

Mardu Tokens

4 Nomad Outpost
3 Montanha
3 Pântano
1 Temple of Malice
1 Temple of Triumph
1 Mana Confluence
1 Urborg, tomb of Yawgmoth
4 Bloodstained Mire
4 Battlefield Forge

2 Butcher of the Horde
4 Goblin Rabblemaster
4 Monastery Mentor
2 Shaman of the Great Hunt
3 Brutal Hordechief

2 Sorin, Solemn Visitor
3 Hordeling Outburst
3 Stoke the Flames
2 Hero's Downfall
3 Lightning Strike
3 Crackling Doom
4 Raise the Alarm
1 Chandra, Pyromaster
2 Collateral Damage

Sideboard

2 Hero's Downfall
4 Thoughtseize
3 Crux of Fate
2 Stormbreath Dragon
2 Kolaghan, the Storm's Fury
1 Sarkhan, the Dragonspeaker
1 Crucible of The Spirit Dragon


To testando aqui contra o Sultai, o deck roda muito bem. Monastery Mentor é uma máquina muito absurda nesse deck. Eu optei por cortar os bichos mais aggros, como Swiftspear e Seeker porque eles acabam atrapalhando o lategame mais do que qualquer outra coisa. Eu sei que Shaman of the Great Hunt é mais pra Temur, mas nesse deck com esse tanto de token generatos... mano ele é insano demais. às vezes eu quero até tirar o Butcher porque ele é o pior bicho do deck (sim tá nesse nível). Brutal Hordechief é muito brutal, ele dá um range muito absurdo pro deck. Se você desvirar com ele + 5 manas, você ganha o jogo quase automaticamente. Sem falar que ele te dá o poder de encerrar jogos sem precisar de passar dano de criaturas, você pode só bater com um monte de tokens e finalizar com burn (tenho feito isso toda hora). Chandra dá um help cabuloso no lategame comprando carta mas o forte mesmo dela é como Tempo Play. Você segura ela pra entrar, tirar aquele blocker que ia matar seu maior bicho, passa um monte de dano, o cara pode até matar ela depois, mas a quantidade de dano que vc passa com ela é muito grande.

Eu to trabalhando num sideboard transformador que tira os geradores de tokens e entra com mass removal e dragões. Acho que o Mardu é a melhor casa pra Crux of Fate por ter três dos melhores dragões do formato. Nego tem olhado pra Crux como uma simples cólera, mas quando você usa Crux agressivamente e fica com seus Dragões em jogo enquanto seu oponente perde a mesa é quase auto-win. O objetivo do Side é transformar o deck num bicho mais midrange, especialmente contra decks de Doomwake e Anger of the gods. Você pode simplesmente fazer o velho truque de transformar o deck, o side do cara fica pior e se for pro game 3 tu mexe um tanto no side de novo e o cara não vai ter a menor idéia de como tá seu deck.

To achando um deck muito muito forte, mais forte que os Mardus midrange atuais que perdem muito pros decks mais Grindy porque ficar trocando 1 pra 1 desfavorece total o mardu contra decks de courser. Com Monastery Mentor, o deck fica bastante voltado pra Tempo, você vai explodir seu oponente antes que ele consiga se recuperar, mas sem ser tão aggro assim. Vc não ganha no turno 5, mas consegue deixar o cara desbalanceado durante muito tempo, forçando ele a responder seu jogo. Sorin e Brutal Hordechief te dão life que é crucial pra ficar no jogo longo e ter um ou dois turnos a mais pra achar o que vc precisa. Collateral Damage entra exatamente pelo tempo swing. Em um jogo o cara tentou remover meu Monastery Mentor, eu saquei ele pra Collateral Damage, dei 3 na cara do caboclo botando ele a 15. Eu tinha 2 tokens de Raise the Alarm + 2 Tokens de monge. No meu turno dei Crackling Doom pra tirar o blocker, bateu 6 + 2 do crackling doom, o cara já tava a 7. Ele matou uma das tokens de Monge, voltei batendo com todo mundo, ele blocou dois, passou 1 ficha, saquei uma das fichas bloqueadas pra outro Collateral Damage e finalizei com Lightning Strike. O deck tem esse poder de jogar muito tempo oriented, de se comportar como um aggro e sidear pra um Midrange. Eu gostei demais dessa versatilidade. Outra coisa importante é que a base de mana tá bastante streamlined, não tá perfeita ainda, mas a maior parte do deck é preto e vermelho, com um splash menor pra branco e a mana tem funcionado quase sempre, muito raro ficar zicado de cores, só zica de quantidade de lands às vezes, o que é normal. Como o deck acaba a curva em 4, eu to usando 22 lands. traz um land a mais no side pra comportar mais mágicas de custo 5 e rampar pra dragões.

Um comentário:

  1. Olá tudo bem? achei muito bacana esse deck, estou na duvida de qual montar, vermelho/verde aggro, esse seu ou vermeho branco burn... poderia eu utilizar sua lista ?

    ResponderExcluir