segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Análise dos Spoilers Fate Reforged

Ae moçada, a temporada de spoilers já começou e dessa vez vou fazer a análise dos spoilers de maneira diferente. Vou testar carta por carta nos decks que já existem e tentarei bolar novos decks com as cartas de Fate Reforged.

Vamo começar pelas que eu já testei no Temur:

Ela testou como eu pensei que fosse: Fraca, atrasa o jogo do Temur, não sinergiza bem com ela mesma (se vc tiver uma na mesa, a outra não volta do grave). O "ataca todo turno se estiver apta" é bastante taxante tb, porque impede que ela seja uma chump blocker infinita. Ela joga melhor no monored ou no rw que vai a Ashcloud Phoenix e Stormbreath Dragon. No Temur ela não tem casa não.
Por 3 manas a pior coisa que o Temur quer fazer é Rabblemaster, ela não casa muito bem com o deck. Talvez no RG ela seja boa, pq não disputa tanto espaço no drop 3.







Esse bicho sim me surpreendeu. Esse bicho é um animal comedor de cus sem ky. Veja o que aconteceu uma vez jogando contra o Sidisi no play: Sidisi, baixa land tapado. Eu jogo mana elfo. Sidis joga land tapado. Eu venho de Mana Rabblemaster, bate 1. Ele faz mana Sátiro, pega outro land. Eu faço mana Shaman, bate 10, ele bloca o rabblemaster, leva 6. Turno 4 ele faz Sidisi e um zumbi. Eu bato com tudo, até com o elfo. Ele Bloca a Sidisi numa ficha e o zumbi no Rabblemaster. Toma 9 de dano. Pago 4, compro 2 cartas com a habilidade do shaman. Ele já tá a 4 de life, ele baixa Doomwake Giant, que não mata nada pq todos meus bichos já ganharam marcador +1/+1 eu volto de stoke na cara. Turno 5 por cima de Sidisi e Doomwake Giant.
Se o oponente não tem bons blockers, ele entra bate 4. Se o cara tem bons blockers vc deixa ele na mesa lá como um enchant que bota tokens nas suas criaturas e te compra pelo menos 1 carta a mais por turno. Sem falar que curva fácil com Rabblemaster e Knuckleblade, faz os elfos e Rattleclaws muito melhores, ele faz tudo que você precisa. É agressivo e te ajuda a ir pro lategame. Ele me deu uma nova perspectiva pro Temur: Um deck que não para de agredir, não para de baixar bichos com ímpeto e forçar seu oponente a responder. Se o cara não tiver como remover o Shaman do jogo, você só compra cartas todo turno até afogar ele em card advantage. Ele é muito bom em controlar a mesa se o oponente não consegue remover ele, você só deixa ele lá, compra um card, bate, às vezes não bate. Deixa mana aberta pra anular, se não anular, compra um card. Achei uma adição extremamente digna pro Monsters.
É muito bom poder ter outro bicho com ímpeto no Temur, ele entrou muito bem no lugar do Polukranos, nem senti falta da Hidra. Esse bicho é simplesmente animal demais, o preço dele vai subir vertiginosamente. Isso é no Temur, que é a casa dele. Mas vejo esse bicho jogando em outros decks como Mardu, RW aggro e até no Monored, transformando todas aqueles bichinhos 1/1 em bichos enormes.


Essa carta parece tudo errado, mas ela é perfeita no Temur. Eu consigo ver ela jogando também num Monogreen, mas brilha muito mermo no Temur. Ela é feita pra decks de ramp, não porque vc quer jogar ela rápido, mas pq os mana dorks ganham muito valor. Ganhar life é incidental, o importante é comprar cards. De vez em quando ela fica agarrada na sua mão, sim, mas a build de Temur com o Shaman of the great Hunt tem uma estratégia bem determinada: Haymaker atrás de Haymaker. Você baixa Shaman no turno 3, faz shamanic revelation no 4, compra mais umas 3~5 cartas, ganha 4 de life, volta de Dragão, outro Shaman, Charm, outra Revelation, ganha mais life, compra mais um monte de cartas, mais bichos com ímpeto, mais porrada, nunca deixa seu oponente estabilizar a mesa. Essa carta + o Shaman of the great hunt casaram muito bem no deck te dando acesso a uma quantidade de draws absurda. Eu parei a curva em Stormbreath Dragon, mas vejo possibilidade pra jogar Soul of Shandalar ou qualquer outro bicho de custo mais alto porque fica muito fácil fazer land drops quando vc tá comprando tantas cartas. A única vez que ela se mostrou ruim foi quando o oponente tinha sweepers. Na pior das hipóteses vc cicla ela pra comprar 2~3 cartas, só pra achar algum gás. O power level dela é ok, ela precisa da sinergia correta pra funcionar bem, mas como enabler, pode ser o melhor enabler do Temur ou de RG monsters. Eu com certeza quero jogá-la. Sei que fora desse mundinho do Temur em que você tem acesso a ferocious no turno 2, ela não é tão relevante, mas todas as vezes que joguei essa mágica eu me sentia fazendo algo completamente injusto e degenerado e eu adoro isso.


Yasova abre espaço pra um novo Temur Aggro, com Boon Satyrs, Shaman of the Great Hunt, Knuckleblade, ou até um Naya Aggro com Fleecemane lions. O grande lance é o seguinte: eu NUNCA quis usar a habilidade dessa bicha. Você faz ela no turno 2 muito fácil, beleza, vai bater no 3 e... pera... eu não quero roubar seus bichinhos, quero roubar Siege Rhinos, Polukranos, Butchers. Só depois que o jogo tá muito desenvolvido é que a habilidade dele faz alguma coisa, ajuda num combo kill tirando um blocker, mas é muito raro, muito difícil de usar de forma aproveitável. Não é à toa que Harness by Force só vai 1 nas listas que joga. No final das contas é um 4/2 lendário com trample por 3 manas. Nada de mais




É ruim, mas é bão. Ele faz o papel do Ghor-Clan Rampager no antigo RG/Jund monsters: finisher. Você deixa seu oponente com uma quantidade de life razoável, ele te ataca, você volta causando 10+ de dano e mata ele do nada. É isso que essa carta faz. Só que como ele volta pra sua mão, ele é muito mais durável que Rampager e pede menos espaço no deck. Não jogaria com 4 nem fodendo, no máximo 3 em tempos de desespero. Ele é melhor do que parece, acredito muito que verá jogo, principalmente nos RG monsters que jogam com muitas Ashcloud Phoenix e Dragões, 8 de dano no ar é muita coisa, dois turnos disso é praticamente GG. O fato do seu oponente saber que você tem esse bicho na mão, contorce completamente a forma como ele joga o jogo, ele não pode te atacar fácil mais, isso leva a decisões ruins que levam a derrota. Se ele não sabe, maravilha, você faz o "combo" e mata o cara. Não é a maravilha das maravilhas, mas faz o trabalho dele, pode ser uma carta importante no T2.

To trabalhando no Monoblack Devotion, o deck é legal, gosto muito de jogar com ele, to esperando só mais alguma coisinha pra ajudar o card draw. Archfiend of Depravity, Souflayer e o Hellrider preto já tão no meu radar, já dei uma brincada, mas ainda não botei pra foder contra o metagame ainda.

O selado de Fate vai ser muito foda, vou dedicar um post só pra isso.

Vamo que vamo, to doido pra esse pré-release!

Nenhum comentário:

Postar um comentário